Rádio Gazeta Serrana
Publicidade
Publicidade
Lages/SC
Comerciante incrementa vendas em praticamente 50% ao longo do Natal Felicidade
08/12/2017

“De domingo, dia da abertura, para cá, o movimentou está maior. Domingo foi uma loucura. Acredito que, com o evento, aumentou uns 50% de outros dias normais. Depois das 18h tem mais pessoas, até umas 22h30.” - Luiz Fernando Couto

 

Diversão com passeio no parque não tem graça se não tiver também guloseimas para beliscar enquanto a brincadeira corre solta. E não é só a criançada que fica feliz com isso, tem mais gente com o “sorriso até as orelhas”. Está entrando dinheiro no bolso em virtude da data mais esperada do ano. O Natal Felicidade 2017 proporcionará mais de 100 atrações culturais com dois mil artistas de teatro, corais, orquestras, musicais e outras manifestações artísticas, entre os dias 1º e 23 de dezembro, no Parque Jonas Ramos (Tanque), além de intervenções fora do Centro, com o evento Anunciação - Natal nos Bairros. O comércio comemora o aumento gradual da circulação de consumidores em lojas de vestuário, brinquedos e eletrônicos, bares, restaurantes, lanchonetes e hoteis.

No Parque Jonas Ramos (Tanque), onde todas as noites são apresentados talentos locais e regionais, Luiz Fernando Couto e a esposa Alexsandra, moradores do bairro Santa Helena, comercializam os artigos alimentícios que mais empolgam as crianças. Situado em frente ao parque infantil, o espaço dispõe de opções de doces como pé de moleque, paçoca, balas, chicletes e chocolates, além de salgadinhos em pacote, refrigerantes, água e a campeã de vendas, a pipoca salgada e doce. Na parte de fora está a máquina de bolinhas coloridas a um R$ 1 cada. O trabalho do casal acontece mediante autorizações e alvarás expedidos e inspeções pelo Município.

Nesta época do ano o movimento se eleva de forma considerável. Há seis anos usufruindo do trabalho no Tanque, Luiz Fernando comemora os efeitos da transferência das atrações para o Tanque. “De domingo, dia da abertura, para cá, o movimentou está maior. Domingo foi uma loucura. Acredito que, com o evento, aumentou uns 50% de outros dias normais. Depois das 18h tem mais pessoas, até umas 22h30”, comenta o comerciante. A esposa analisa as vendas com o mesmo otimismo. “Foi ótimo. Tem mais 15 dias pela frente. Este vai ser o primeiro final de semana completo. Essa mudança de local nos ajudou muito. Temos boas expectativas.”

A renda da barraca serve como sustento da família do casal, que tem quatro filhos - 20, 15, 11 e cinco anos. “A gente acredita que em 23 dias de Natal Felicidade, se mantermos a média de domingo, tempo bom e com bons shows, vamos tirar o que tiraria até quase a metade de um ano”, projeta o vendedor. Em anos anteriores a barraca do Tanque ficava fechada e Luiz Fernando ia para a Praça João Ribeiro (Praça da Catedral vender balões e brinquedos.

 

Balões ao alto

 

Em 2017, Luiz Fernando mantém uma parceria com um colega que circula no parquinho e entorno do Tanque aguçando o interesse das crianças pelos balões de gás hélio, com personagens conhecidos dos pequeninos, como Mickey, Minnie, Masha e Frozen. Paulo Moreira de Godoy caminha pelo Parque Jonas Ramos com cerca de 50 balões e enfrenta a concorrência com bom humor. Cada balão custa R$ 10 e ele fica com 30% do valor de cada balão vendido por dia. “Vendo em média dez, 15 balões. Nosso horário é das 15h às 23h. No domingo dá um movimento maior. No dia da abertura vendi uns 20, pois tem mais gente vendendo. É a primeira vez que estou trabalhando com isso, é uma experiência nova para mim. Está valendo a pena”, comemora o rapaz, que estava atuando como auxiliar de serviços gerais autônomo e faturava um salário mínimo. Ele mora no bairro Ipiranga, é viúvo e pai de uma filha com 17 anos. “Para mim o Natal em família e com os amigos é emocionante, até pelo fato de eu já ser avô.”

 

Brinquedos coloridos e acesos

 

Luciano Alex Lima de Jesus vende brinquedos no Tanque, como tiaras, pelúcias e espadas de plástico. Os valores são R$ 10 e R$ 20. “Estamos esperando que o movimento melhore a partir deste final de semana, porque as pessoas receberam seu 13º salário, tem também as férias. Temos brinquedos para todos os gostos, e por ser um evento noturno, as crianças gostam dos luminosos.” Não se pode esquecer ainda do carrinho de picolé, que refresca o calor das crianças nas altas temperaturas de dezembro, e dos churros, uma opção para quem quer adoçar ainda mais o passeio no Parque Jonas Ramos.

 

Fonte: PAKINHA
21:00 as 21:00
Publicidade
Peça a sua música!
Envie seu Pedido Musical preenchendo todos os dados abaixo:
Atendimento
Rua Hercílio Luz, 398 - Centro - Lages/SC
Ligue agora
(49) 3224-7118
Horário de atendimento
08:00 AS 18:00 HS